Terapia com Lutécio-Octreotato (DOTA) - OncoPETscan - Tratamento e Diagnóstico por Imagem Molecular

Terapia com Lutécio-Octreotato (DOTA)

O Lutécio-Octreotato (DOTA) é um tratamento radioativo para pacientes com tumores neuroendócrinos que não têm indicação de cirurgia ou que já não respondem mais ao tratamento com o octreotide (a injeção que inibe o crescimento e a produção do hormônio fabricado pelo tumor).

O DOTA é administrado na veia e se distribui no corpo de forma parecida ao octreotide, se concentrando na membrana das células do tumor. No entanto, o DOTA tem uma ação mais ativa sobre o tumor porque ele carrega junto a substância radioativa. O tratamento é feito através de 3 a 5 aplicações em intervalos de 6 a 10 semanas. Para cada aplicação, o paciente é internado à tarde na Clínica OncoPETscan, numa área com instalações apropriadas e pessoal com treinamento específico para esta finalidade, recebendo alta no dia seguinte.

Um pré-requisito para o tratamento com o DOTA é a realização de exame de imagem (PET DOTA ou Octreoscan) para avaliar as áreas envolvidas. Além disso, é necessário fazer exames de sangue porque o tratamento pode levar a uma diminuição do número de células sanguíneas e plaquetas. Esse monitoramento de exame de sangue é periódico para assegurar que o paciente pode continuar com o tratamento proposto.

Diretor Técnico

Dr. Fábio Peroba Esteves
CRM 20571 - RQE 12003

Localização

OncoPETscan Tratamento e Diagnóstico por Imagem Molecular Ltda
Rua Sebastião Cruz, 90 - 2º  Andar
Jardim Blumenau - Blumenau/SC - CEP: 89010-340

2020 - © Todos os direitos reservados